segunda-feira, 28 de maio de 2012

Aguardando amor e competência



A miséria no Brasil é uma realidade material (Brasil “invisível” é maior do que previa o governo, 2012), social e política. Essa é uma condição inerente a um país aristocratizado e escravagista, o que fomos durante séculos a partir de Cabral. O pesadelo pode ser corrigido e agora temos estruturas de ensino, educação e informação capazes de promover transformações reais. Tudo depende, entretanto, de novas gerações de brasileiros, pois as mais antigas se acomodaram nas facilidades dos privilégios e falsas teorias.
O drama brasileiro talvez se sustente na mística das leis e fuga à realidade. Durante a formulação da Constituição de 1988 era onipresente a ilusão de que colocar algum artigo em nossa lei maior seria a solução para isto ou aquilo. O resultado foi um estado tremendamente burocratizado e ineficiente.
O pesadelo se abate principalmente sobre os brasileiros em seus primeiros anos de vida, a eles, se não forem de família rica, o Estado oferece pouco e mal.
Temos situações inacreditáveis em todos os segmentos da maternidade ao filho ou filha quase adultos, e, com destaque, dos pais e mães despreparados a geração de filhos que podem cair sob a custódia da Justiça com poucas esperanças de uma vida melhor. Aliás, é leitura obrigatória para quem se interessar pelo assunto o livro (Vigiar e Punir) e pensar no Brasil.
Nos casos extremos a reportagem  (87% das crianças e adolescentes de abrigos não podem ser adotados, 2012) revela dados assustadores das quase quarenta mil crianças esperando adoção e sob a guarda da Justiça. Ou seja, a maior parte delas chegará à maioridade sem família e sem carinho que a adoção poderia resolver.  O infográfico [baseado em dados obtidos no (Cadastro Nacional de Adoção)] apresentado diz tudo, inclusive o preconceito de possíveis pais adotivos. O paradoxal nesse caso é a passagem pela guarda do Estado e a precariedade do atendimento completo nesse período.
Este cenário devastador para as crianças é o resultado de mais uma “Lei Moderna”  (LEI Nº 12.010, DE 3 DE AGOSTO DE 2009. ), certamente feita com as melhores intenções possíveis, mas longe de nossa realidade.
Nisso tudo merece uma boa leitura o livro Freakonomics  [ (The Freakonomics Story), (Galo, 2010)] onde poderemos avaliar a importância do amor pelas crianças e a fragilidade delas em nossa sociedade, quando crescem em famílias desajustadas. Os efeitos são devastadores e explicam, em parte, a quantidade colossal de jovens e adultos perdidos na criminalidade.
Crianças merecem respeito e amor e assim podem crescer felizes e integradas a um mundo melhor, que ajudarão a construir.
Em Curitiba somos testemunhas do que isso representa visitando instituições como, por exemplo, a (Obra Social Santo Aníbal (OSSA)), onde observamos o esforço dos seus colaboradores para recuperar crianças e jovens carentes, acima de tudo, de atenção positiva. Na Casa Lar [ (ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA OS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES, 2008), (LISA - Lar Infantil Sol Amigo)] constatamos situações extremas diante da indolência e insensibilidade de nosso povo (têm apoio material, faltam voluntários para o atendimento emocional e educacional).
O que se destaca nisso tudo é a importância do planejamento familiar, da formação sadia dos jovens que, adultos, serão pais e da atenção de educadores dentro e fora das escolas.  Estamos vivendo numa sociedade que depende mais e mais do policiamento porque simplesmente despreza a família, base da construção do ser humano com todas as suas virtudes e defeitos.
Nossa realidade demanda abrigos, orfanatos, escolas de todo tipo e profissionais bem preparados além do serviço voluntário, pois, acima de tudo, crianças e jovens precisam de amor, carinho, cuidados que só o coração aponta. Esse é um trabalho que, por exemplo, o (Programa Comunidade Escola) desenvolve (Mirante do Comunidade Escola) em Curitiba motivando ações positivas nas escolas municipais, sempre demandando voluntários e apoio material, pois o desafio é sociabilizar alunos e comunidade.
O que assusta, contudo, é sentir os efeitos do descompasso entre leis, programas e a realidade de nosso país.  Temos desafios gigantescos, entre eles reverter a maternidade e a paternidade irresponsáveis e o desamor pelos filhos estimulado pela materialidade de projetos insuficientes, pior ainda, dando a impressão de que o Estado é a solução.
Existe um longo caminho para podermos registrar com alegria a reversão do desastre social em que mergulhamos. Para isso é extremamente importante que a educação de crianças, de jovens e dos adultos seja realmente uma prioridade nacional, algo similar ao que dedicamos à FIFA.
Se temos paixão pelo futebol, nada mais justo que esse sentimento se multiplique pelos filhos que geramos. Se as crianças carecem de famílias preparadas, tenhamos disposição para colaborar com a solução dessa carência vital.
Quando isso acontecerá no Brasil?
Cascaes
28.5.2012
(s.d.). Fonte: LISA - Lar Infantil Sol Amigo: http://www.larlisa.com.br/
Cadastro Nacional de Adoção. (s.d.). Acesso em 28 de 5 de 2012, disponível em Conselho Nacional de Justiça: http://www.cnj.jus.br/cna/View/index.php
Cascaes, J. C. (s.d.). Fonte: Mirante do Comunidade Escola: http://mirante-do-comunidade-escola.blogspot.com.br/
CONANDA, C. (2 de 2008). ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA OS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. Fonte: Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul: http://www.mp.rs.gov.br/areas/infancia/arquivos/conanda_acolhimento.pdf
DA REDAÇÃO, C. A. (26 de 5 de 2012). 87% das crianças e adolescentes de abrigos não podem ser adotados. Fonte: Gazeta do Povo: http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1258944&tit=87-das-criancas-e-adolescentes-de-abrigos-nao-podem-ser-adotados
ESTADO, A. (28 de 5 de 2012). Brasil “invisível” é maior do que previa o governo. Fonte: Gazeta do Povo: http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=1259467&tit=Brasil-invisivel-e-maior-do-que-previa-o-governo
Foucault, M. (s.d.). Vigiar e Punir. Vozes.
Galo, B. (19 de 11 de 2010). 10 perguntas para Steven Levitt. Fonte: Isto É Dinheiro: http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/41471_10+PERGUNTAS+PARA+STEVEN+LEVITT
LEI Nº 12.010, DE 3 DE AGOSTO DE 2009. . (s.d.). Acesso em 28 de 5 de 2012, disponível em planalto.gov.br: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L12010.htm
Obra Social Santo Aníbal (OSSA). (s.d.). Fonte: OSSA, Obra Social Santo Aníbal: http://www.ossa.org.br/portal/missao-visao-e-valores.html
Programa Comunidade Escola. (s.d.). Fonte: Programa Comunidade Escola: http://www.comunidadeescola.org.br/
The Freakonomics Story. (s.d.). Fonte: Freakomics - The hidden side of everything: http://www.freakonomics.com/about/

quinta-feira, 17 de maio de 2012

FORMADORES DA CIRANDA DE PAIS


QUERIDOS FORMADORES DA CIRANDA DE PAIS

TEMOS ESTUDADO ALGUNS VÍDEOS QUE ESTÃO SENDO UTILIZADOS EM ALGUMAS PALESTRAS PARA PROFESSORES E DIRETORES DE ESCOLAS.
GOSTARIA DE DEIXAR COMO SUGESTÃO DE ESTUDO PARA A NOSSA EQUIPE DE FORMADORES DE PAIS COMO UMA FORMA DE NOS APROXIMARMOS CADA VEZ MAIS DEXTE CONTEXTO FAMÍLIA-ESCOLA.
PARA ESTARMOS SEGUROS NA MEDIAÇÃO COM OS PAIS PRECISAMOS DE FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA E CIENTÍFICA E AO MESMO TEMPO O CORAÇÃO ABERTO PARA ACOLHER O QUE OS PAIS COLOCAM EM DISCUSSÃO.
DEIXO TODO O MATERIAL E DESTA FORMA VOCÊS PODEM IR ESTUDANDO CONFORME A AGENDA DE VOCÊS.
CASO TENHAM ARTIGOS, VÍDEOS, TEXTOS SOBRE ESSE TEMA PODEM NOS ENVIAR PARA QUE SEJA REPASSADO AO GRUPO. VAMOS AOS POUCOS FORMANDO NOSSA BIBLIOTECA CIRANDA DE PAIS!
GRANDE BEIJO E OBRIGADA ESTOU SUPER SUPER ORGULHOSA DESTA EQUIPE DE OURO!
CRISTIANE ARNS

 


Sugestões:


1 Vídeo
PARTE 1 Didatica Geral - O aluno e o saber - Parte 1
Professor Charlot
2 minutos 

- Nesse vídeo observamos a concepção que a criança tem da escola



2 Vídeo 

Como você participa da Educação de seu filho?

- Concepção dos pais - qual o sentimento deles em relação as reuniões da escola.
7 min



3 Vídeo

 Módulo 6 Comunidade e Família

Como os professores se sentem frente aos novos projetos da escola?


5 min

4 -Vídeo

 Pedagogia do amor, educação pela paz.

6min

Quando os projetos escolares se efetivam... 
O resultado dos projetos na escola. Relatos dos pais e da equipe pedagogica.
Vídeo de sensibilização.




quarta-feira, 16 de maio de 2012

o primeiro passo foi dado, colocando o Lions Clube como participante do processo na busca de levar para as escolas uma Semana de Segurança


Prezado Amigo e Companheiro de Lions Cascaes

De minha parte, posso dizer que eu estava programado para acompanhá-lo na visita à Associação Paranaense de Engenheiros de Segurança, mas de última hora surgiu um problema de consulta médica inadiável e tive que cancelar minha participação, o que senti muito, mas graças ao amigo pude acompanhar tudo que foi dito e gravado na reunião.

Como foi dito, a segurança deve ser vista em todos os seus aspectos, inclusive na divulgação sobre a forma de aumentar a segurança não só dos patrimônios, mas principalmente das pessoas. Essa divulgação nas Escolas, como sugerido pelo Cascaes é uma forma de dar chances aos menores de entender o que pode ser feito na busca incansável pela segurança.

O Lions Clube, dentro de seus propósitos, tem a obrigação de “Interessar-se ativamente pelo bem-estar da comunidade”, e é isso que o Lions Clube Curitiba Batel, dentro do grande trabalho nas escolas tem procurado fazer. Como o Presidente Cascaes disse, sei que não vamos resolver todos os problemas, mas poderemos fazer uma diferença àqueles que participarem do processo.

O Lions Clube não tem condições de fazer tudo sozinho e nem tem tal pretensão, mas está sempre pronto a fazer parcerias com outras pessoas ou outras entidades da vida pública ou privada para concretizar o que esteja dentro de seus propósitos.

Garanto que o primeiro passo foi dado, colocando o Lions Clube como participante do processo na busca de levar para as escolas uma Semana de Segurança, aos moldes do que as empresas fazem para seus funcionários e colaboradores e a ajuda de tão renomada Associação Paranaense de Engenheiros de Segurança nessa busca é fundamental.

Coloco-me à disposição para tal.

Parabéns a todos pela proveitosa reunião.


CL Carlos Eugenio C. de Melo
Past-Presidente
Lions Clube Curitiba Batel

sábado, 12 de maio de 2012

A FUNDAÇÃO EDUCAR DPASCHOAL distribui gratuitamente livros infantis

A FUNDAÇÃO EDUCAR DPASCHOAL distribui gratuitamente livros infantis desde 1999 e quer que os mesmos sejam utilizados para incentivar a leitura e transmitir valores cidadãos. Normalmente, os livros são doados para escolas públicas, organizações sociais e bibliotecas.

Para recebê-los é necessário preencher o formulário a seguir. O pedido será analisado e, depois de aprovado, serão enviados a uma loja DPaschoal ou central de distribuição da DPK indicado por você.

Para fazer o pedido:

Tenha em mãos o seu CPF, assim como os dados da instituição (CNPJ, Inscrição Estadual, endereço e telefone). Você também deverá informar detalhadamente as atividades que realizará com os livros. Gostariamos que os mesmos sejam utilizados não só para a leitura, mas para o desenvolvimento de ações que estimulem a assimilação do conteúdo.
Os dados deverão ser preenchidos atentamente, pois serão impressos na nota fiscal de doação.

Um próximo pedido poderá ser feito após 3 (três) meses, a partir da data de solicitação.

Contrapartida:

Após a realização das atividades encaminhe-nos materiais que comprovem a utilização dos livros recebidos. Este material poderá ser utilizado em nossas prestações de contas e como material para a divulgação do projeto. O não envio destes documentos impedirão futuras solicitações. [clique aqui para enviar os materiais eletronicamente]. - LINK PARA EXPERIÊNCIAS COMPARTILHADAS

Bom trabalho!
Fundação Educar DPaschoal

Endereço para correspondência:

FUNDAÇÃO EDUCAR DPASCHOAL
Av. Anton Von Zuben, 2155 – Jardim São José
Campinas – SP – CEP 13.051-145 

Reportagens, livros, logotipo, mensagem







Apresentação do Programa Ciranda de Pais no CE Zumbi dos Palmares


Para você que partilha seus dons na construção de um MUNDO MELHOR!

Apresentamos o Programa Ciranda de Pais como proposta para uma ação voluntária! Este programa tem por objetivo desenvolver ações que busquem minimizar os problemas relacionados à violência, às drogas e à delinquência infanto-juvenil.
Os encontros acontecem, mensalmente, conforme arquivo anexo, dividido em 2 momentos: uma palestra ( temáticas mensais diferentes) e um momento de pequenos grupos onde os pais partilham suas realidades.

Para esta ação precisamos de voluntários:
·         que realizem o papel de ouvintes das situações;
·         motivadores de discussão da temática nos pequenos grupos;
·         redatores que anotem o que é partilhado nos pequenos grupos;
·         monitores que desenvolvam atividades recreativas com as crianças que acompanham seus pais;
·         voluntários que queiram realizar atividades lúdicas para crianças carentes, conforme suas habilidade: dança, teatro, música, pintura, reforço escolar, desenho, esporte, ... enfim, alguma atividade que os ajude no desenvolvimento escolar. Não tem uma exigência de atividades a serem desenvolvidas, o projeto depende da boa vontade de pessoas que gostem de criança e queiram ajudá-las no seu desenvolvimento educacional. (no caso deste item, estas atividades deverão acontecer no contra turno da criança conforme o horário disponível do voluntário. A sugestão seria de uma vez por semana).


Ø  Hoje, este programa já está acontecendo em duas escolas em Pinhais. A intenção agora é  iniciar estas ações na Vila Zumbi, em Colombo, nos mesmos moldes.

OBS.: Comunicamos que para todas as atividades é emitido certificado para alunos que solicitarem.

Para os interessados, SOLICITAMOS QUE compareçam no dia 11 de maio, das 10h30 às 12h, no Colégio Estadual Zumbi dos Palmares, localizado na Rua Anair Bonato Tosin, 12 – Bairro Colombo.
Maiores informações poderão ser solicitadas pelo e-mail crisarns@hotmail.com ou celular (41) 9226-9703 – Facebook: Ciranda de Pais




Detalhes do Colégio Estadual Zumbi dos Palmares

Final de reunião





O Programa Ciranda de Pais e a correspondência que o leva à Vila Zumbi e outras próximas



De: Nilson Izaias Pegorini [mailto:Nilson.Pegorini@bomjesus.br]
Enviada em: sexta-feira, 11 de maio de 2012 14:01
Para: jccascaes@onda.com.br
Assunto: ENC: CIRANDA DE PAIS- ZUMBI DOS PALMARES



De: Rita de Cássia Marques Kleinke
Enviada em: quinta-feira, 26 de abril de 2012 07:17
Para: Nilson Izaias Pegorini
Cc: Lindair de Cristo
Assunto: ENC: CIRANDA DE PAIS- ZUMBI DOS PALMARES

Bom dia, Nilson!

Veja o e-mail da Cristiane! Ao repassarmos a possibilidade de termos alguns voluntários interessados, incluindo os casais que vc comentou, ele organizou um calendário.
Vc teria como repassar as informações para as pessoas que vc comentou?
Qualquer coisa, estou á disposição.
Abraços,
Rita


De: Cristiane Regina Arns de Oliveira [mailto:crisarns@hotmail.com]
Enviada em: quarta-feira, 25 de abril de 2012 21:53
Para: Lindair de Cristo; Rita de Cássia Marques Kleinke
Cc:
emilyscarante@gmail.com; delmar.francisco@hotmail.com
Assunto: CIRANDA DE PAIS- ZUMBI DOS PALMARES

QUERIDAS RITA E LINDAIR,

OBRIGADA DE CORAÇÃO PELO APOIO TÃO QUERIDO AO NOSSO TRABALHO EM PROL DE UM MUNDO MELHOR…
DEPOIS DO LINDO TELEFONEMA DA LINDAIR DE ONTEM, COMEÇAMOS AS REUNIÕES URGENTES NA TENTATIVA DE FECHARMOS UM CALENDÁRIO PARA A ESCOLA ZUMBI DOS PALMARES.
DEVIDO AO FATO DE ESTARMOS COM VÁRIOS PROJETOS DA CIRANDA DE PAIS NOS FINAIS DE SEMANA, ORGANIZAMOS ESSE  CALENDÁRIO DA CIRANDA DE PAIS DO ZUMBI COM MUITO CUIDADO PARA QUE NÃO TENHAMOS PROBLEMA DE DATAS.
O CALENDÁRIO ESTA PRONTO PARA QUE VOCÊS POSSAM REPASSAR AOS FORMADORES DE PAIS.
GOSTARIA DE DESTACAR QUE É FUNDAMENTAL PASSAR AOS FORMADORES QUE CASO ELES TENHAM ALGUM COMPROMISSO EM ALGUMA DAS DATAS NÃO TEM PROBLEMA... NAS OUTRAS CIRANDAS ALGUMAS VEZES EM QUE OS FORMADORES NOS COMUNICAM COM ANTECEDÊNCIA QUE ESTÃO COM ALGUMA ATIVIDADE PESSOAL OU PROFISSSIONAL AGENDADA BUSCAMOS UM OUTRO FORMADOR OU ORGANIZAMOS O GRUPO DE PAIS DE UMA OUTRA MANEIRA.
O PRINCIPAL É A DATA DE INÍCIO ONDE APRESENTAMOS TODOS OS FORMADORES DE PAIS, E TODA A NOSSA EQUIPE DE TRABALHO.
LINDA COMO CONVERSAMOS ACHO IMPORTANTE PASSAR AOS FORMADORES OS CALENDÁRIOS DO ROSI E DO AMYNTAS PARA QUE ELES POSSAM VIR EM UMA DAS DUAS CIRANDAS NO MÊS DE MAIO PARA CONHECER NOSSO TRABALHO COM OS PAIS.
NO MESMO EMAIL SERÁ NECESSÁRIO COLOCAR EM DESTAQUE A IMPORTÂNCIA DE PARTICIPAREM DA REUNIÃO DIA 11 DE MAIO NA ESCOLA ZUMBI DOS PALMARES DAS 10H30 AS 12H. ...SERÁ A APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA CIRANDA DE PAIS PARA A EQUIPE DE PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA ZUMBI E PARA AS EQUIPES PEDAGÓGICAS DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DO MESMO BAIRRO.
PRECISAREMOS AGENDAR UMA REUNIÃO DEPOIS DO DIA 11 DE MAIO PARA CONVERSARMOS COM OS FORMADORES E ANTES DO DIA 23 DE JUNHO. CASO ELES POSSAM VIR NA CIRANDA DO AMYNTAS DE BARROS DIA 12 DE MAIO PODEREMOS AGENDAR AS 14H NO AMYNTAS MESMO, PARA CONVERSARMOS SOBRE A CIRANDA DE PAIS E EM SEGUIDA ELES PODEM PARTICIPAR DA NOSSA REUNIÃO DE FORMADORES COM O GRUPO DE ALUNOS DA FAE. SE FOR POSSÍVEL SERIA ÓTIMO!!!!
LINDA CASO QUEIRA ME ENVIAR O MODELO DO EMAIL ANTES DE ENVIAR PARA O GRUPO VOU PODER ACESSAR A INTERNET HOJE ATÉ TARDE OU AMANHÃ SOMENTE A NOITE DEPOIS DAS 22H.
UM FORTE ABRAÇO E MUITO OBRIGADA POR TUDO,
SEM  O ESFORÇO E A DEDICAÇÃO DE VOCÊS NADA DISSO SERIA POSSÍVEL, OBRIGADA!
CRISTIANE ARNS
EMILY SCARANTE
DELMAR FRANCISCO

--
Emily Scarante
Pedagoga
Coordenadora do Conselho de Educação e Assistência Social - Programa Ciranda de Pais
(41) 8876-7858

Acesse nosso site:  http://www.cirandadepais.com.br/
Acesse também nossa página e nosso perfil no Facebook
Você pode fazer a diferença.




De: Nilson Izaias Pegorini [mailto:Nilson.Pegorini@bomjesus.br]
Enviada em: sexta-feira, 11 de maio de 2012 13:59
Para: jccascaes@onda.com.br
Assunto: ENC: CIRANDA DE PAIS- ZUMBI DOS PALMARES



De: Rita de Cássia Marques Kleinke
Enviada em: quinta-feira, 26 de abril de 2012 08:28
Para: Andrea Bier Serafim
Cc: Marcus Vinicius Guaragni; Sílvia Iuan Lozza; Nelcy Teresinha Lubi Finck; Nilson Izaias Pegorini
Assunto: CIRANDA DE PAIS- ZUMBI DOS PALMARES

Olá, Andréa!

Paz e Bem!

Segue uma sugestão de e-mail para que vc possa encaminhar ao pessoal de SJP. A Coordenadora do Projeto, Cristiane Arns, conseguiu fechar com a Diretora da Escola as datas para inicio das atividades com os pais. Segue, anexo, arquivo com o cronograma.

Antes de iniciar esta atividade a coordenadora gostaria de conversar com as pessoas interessadas no dia 11 de maio, das 10h30 às 12h, onde será realizado a apresentação do programa CIRANDA DE PAIS para a equipe de professores e funcionários da escola Zumbi e para as equipes pedagógicas das escolas municipais do mesmo bairro. Seria interessante que todos que queiram participar deste projeto pudessem comparecer nesta data.


Sugestão de envio...

Para você que partilha seus dons na construção de um MUNDO MELHOR!

Apresentamos o Programa Ciranda de Pais como proposta para uma ação voluntária! Este programa tem por objetivo desenvolver ações que busquem minimizar os problemas relacionados à violência, às drogas e à delinquência infanto-juvenil.
Os encontros acontecem, mensalmente, conforme arquivo anexo, dividido em 2 momentos: uma palestra ( temáticas mensais diferentes) e um momento de pequenos grupos onde os pais partilham suas realidades.

Para esta ação precisamos de voluntários:
·         que realizem o papel de ouvintes das situações;
·         motivadores de discussão da temática nos pequenos grupos;
·         redatores que anotem o que é partilhado nos pequenos grupos;
·         monitores que desenvolvam atividades recreativas com as crianças que acompanham seus pais;
·         voluntários que queiram realizar atividades lúdicas para crianças carentes, conforme suas habilidade: dança, teatro, música, pintura, reforço escolar, desenho, esporte, ... enfim, alguma atividade que os ajude no desenvolvimento escolar. Não tem uma exigência de atividades a serem desenvolvidas, o projeto depende da boa vontade de pessoas que gostem de criança e queiram ajudá-las no seu desenvolvimento educacional. (no caso deste item, estas atividades deverão acontecer no contra turno da criança conforme o horário disponível do voluntário. A sugestão seria de uma vez por semana).


Ø  Hoje, este programa já está acontecendo em duas escolas em Pinhais. A intenção agora é  iniciar estas ações na Vila Zumbi, em Colombo, nos mesmos moldes.

OBS.: Comunicamos que para todas as atividades é emitido certificado para alunos que solicitarem.

Para os interessados, SOLICITAMOS QUE compareçam no dia 11 de maio, das 10h30 às 12h, no Colégio Estadual Zumbi dos Palmares, localizado na Rua Anair Bonato Tosin, 12 – Bairro Colombo.
Maiores informações poderão ser solicitadas pelo e-mail crisarns@hotmail.com ou celular (41) 9226-9703 – Facebook: Ciranda de Pais


Qualquer dúvida, estou à disposição.
Abraços,
Rita





domingo, 6 de maio de 2012

Incivilidade


Abaixo estou enviando uma cópia da carta escrita por uma professora que trabalha  no Colégio Estadual Mesquita, à revista Veja. Peço por favor que repasse a todos que conhece, vale a pena ler.

À REVISTA VEJA

Sou professora do Estado do Paraná e fiquei indignada com a reportagem da jornalista Roberta de Abreu Lima "Aula Cronometrada"
 É com grande pesar que vejo quão distante estão seus argumentos sobre as causas do mau desempenho escolar com as VERDADEIRAS  razões que  geram este panorama desalentador. Não há necessidade de cronômetros, nem de especialistas  para diagnosticar as falhas da educação. Há necessidade de todos os que pensam que: "os professores é que são incapazes de atrair a atenção de alunos repletos de estímulos e inseridos na era digital" entrem numa sala de aula e observem a realidade brasileira. Que alunos são esses "repletos de estímulosque muitas vezes não têm o que comer em suas casas quanto mais inseridos na era digital? Em que  pais de famílias oriundas da pobreza  trabalham tanto que não têm como acompanhar os filhos  em suas atividades escolares, e pior em orientá-los para a vida?
Isso sem falar nas famílias impregnadas pelas drogas e destruídas pela ignorância e violência, causas essas que infelizmente são trazidas para dentro da maioria das escolas brasileiras. Está na hora dos professores se rebelarem contra as acusações que lhes são impostas. Problemas da sociedade deverão ser resolvidos pela sociedade e não somente pela escola. Não gosto de comparar épocas, mas quando penso na minha infância, onde pai e mãe, tios e avós estavam presentes e onde era inadmissível faltar com o respeito aos mais velhos, quanto mais aos professores e não cumprir as obrigações fossem escolares ou simplesmente caseiras, faço comparações com os alunos de hoje "repletos de estímulos"
 . Estímulos de quê?  De passar o dia na rua, não fazer as tarefas, ficar em frente ao computador, alguns até altas horas da noite, (quando o têm), brincando no Orkut, ou, o que é ainda pior, envolvidos nas drogas. Sem disciplina seguem
perdidos na vida.
Realmente, nada está bom. Porque o que essas crianças e jovens procuram é amor, atenção, orientação e disciplina.
Rememorando, o que tínhamos nós, os mais velhos,  há uns anos atrás de estímulos? Simplesmente: responsabilidade, esperança, alegria. Esperança que se estudássemos teríamos uma profissão, seríamos realizados na vida. Hoje os jovens constatam que se venderem drogas vão ganhar mais. Para quê o estudo? Por que numa época com tantos estímulos não vemos olhos brilhantes nos jovens? Quem, dos mais velhos, não lembra a emoção de somente brincar com os amigos,  de ir aos piqueniques, subir em árvores?
E, nas aulas, havia respeito, amor pela pátria.. Cantávamos o hino nacional diariamente, tínhamos aulas "chatas"
 só na lousa e sabíamos ler, escrever e fazer contas com fluência.
Se não soubéssemos não iríamos para a 5ª. Série. Precisávamos passar pelo terrível, mas eficiente, exame de admissão. E tínhamos motivação para isso.
Hoje, professores "incapazes"
 dão aulas na lousa, levam filmes, trabalham com tecnologia, trazem livros de literatura juvenil para leitura em sala-de-aula (o que às vezes resulta em uma revolução),  levam alunos à biblioteca e a outros locais educativos (benza, Deus, só os mais corajosos!) e, algumas escolas públicas onde a renda dos pais comporta, até a passeios interessantes, planejados minuciosamente, como ir ao Beto Carrero.
E, mesmo, assim, a indisciplina está presente, nada está bom. Além disso, esses mesmos professores "incapazes"
 , elaboram atividades escolares como provas, planejamentos, correções nos fins-de-semana, tudo sem remuneração;
Todos os profissionais têm direito a um intervalo que não é cronometrado quando estão cansados. Professores têm 10 minutos de intervalo, quando têm de escolher entre ir ao banheiro ou tomar às pressas o cafezinho. Todos os profissionais têm direito ao vale alimentação, professor tem que se sujeitar a um lanchinho, pago do próprio bolso, mesmo que trabalhe 40 horas semanais. E a saúde? É a única profissão que conheço que embora apresente atestado médico tem que repor as aulas. Plano de saúde? Muito precário.
Há de se pensar, então, que  são bem remunerados... Mera ilusão! Por isso, cada vez vemos menos profissionais nessa área, só permanecem os que realmente gostam de ensinar, os que estão aposentando-se e estão perplexos com as mudanças havidas no ensino nos últimos tempos e os que aguardam uma chance de "cair fora". Todos devem ter voca
ção para Madre Teresa de Calcutá, porque por mais que  esforcem-se em ministrar boas aulas, ainda ouvem alunos chamá-los de "vaca,puta"gordos""velhos" entre outras coisas. Como isso é motivante e temos ainda que ter forças para motivar. Mas, ainda nãé tão grave.
Temos notícias, dia-a-dia,  até de agressões a professores por alunos. Futuramente, esses mesmos alunos, talvez agridam seus pais e familiares.
Lembro de um artigo lido, na revista Veja, de Cláudio de Moura Castro, que dizia que um país sucumbe quando o grau de incivilidade de seus cidadãos ultrapassa um certo limite.
E acho que esse grau já ultrapassou. Chega de passar alunos que não merecem. Assim, nunca vão saber porque devem estudar e comportar-se na sala de aula; se passam sem estudar mesmo, diante de tantas chances, e com indisciplina... E isso é um crime! Vão passando série após série, e não sabem escrever nem fazer contas simples. Depois a sociedade os exclui, porque não passa a mão na cabeça. Ela é cruel e eles já são adultos.
Por que os alunos do Japão estudam? Por que há cronômetros? Os professores são mais capacitados? Talvez, mas o mais importante é  porque há disciplina. E é isso que precisamos e não de cronômetros.  Lembrando: o professor estadual só percorre sua íngreme carreira mediante cursos, capacitações que são realizadas, preferencialmente aos sábados. Portanto, a grande maioria dos professores está constantemente estudando e aprimorando-se. Em vez de cronômetros, precisamos de carteiras escolares, livros, materiais, quadras-esportivas cobertas (um luxo para a grande maioria de nossas escolas), e de lousas, sim, em melhores condições e em maior quantidade..
Existem muitos colégios nesse Brasil afora que nem cadeiras possuem para os alunos sentarem. E é essa a nossa realidade!  E, precisamos, também, urgentemente de educação para que tudo que for fornecido ao aluno não seja destruído por ele mesmo
Em plena era digital, os professores ainda são obrigados a preencher os tais livros de chamada, à mão: sem erros, nem borrões  (ô, coisa arcaica!), e ainda assim se ouve falar em cronômetros. Francamente!!!
Passou da hora de todos abrirem os olhos  e fazerem algo para evitar uma calamidade no país, futuramente. Os professores não são culpados de uma sociedade incivilizada e de banditismo, e finalmente, se os professores  até agora  não responderam a todas as acusações de serem despreparados e  "incapazes"
 de prender a atenção do aluno com aulas motivadoras é porque não tiveram TEMPO.
Responder a essa reportagem custou-me metade do meu domingo, e duas turmas sem as provas corrigidas.
Vamos fazer uma corrente via internet, repasse a todos os seus!
Grata
Vanessa Storrer
Rede Municipal de Curitiba